• Av. Padre António Vieira, Ed. Mercúrio, Bloco II, Loja nº 5, R/Chão Esq, 5400-086 Chaves
  • Tel: 276 400 200
  • Seg - Sáb: 8:00 - 20:00
  • Domingo: Fechado

PROVAS DE FUNÇÃO RESPIRATÓRIA

PROVAS DE FUNÇÃO RESPIRATÓRIA
6 de Dezembro, 2019

PROVAS DE FUNÇÃO RESPIRATÓRIA

As provas de função respiratória ( Espirometria / Pletismografia) são exames que permitem diagnosticar doenças respiratórias, avaliando a capacidade do sistema respiratório e a forma como ele realiza as suas funções fisiológicas normais.

O que são?

As provas funcionais ou de função respiratória, destinam-se ao diagnóstico e acompanhamento de doenças respiratórias, permitindo fazer uma avaliação detalhada da função pulmonar. A função pulmonar, por outras palavras, é a capacidade de retenção de ar, as capacidades inspiratória, expiratória e de troca de oxigénio e dióxido de carbono que ocorrem nos pulmões.

Normalmente, as provas de função respiratória são indicadas para determinar o tipo e a gravidade do distúrbio pulmonar e menos usualmente para indicar a causa específica dos problemas dos pulmões.

Doenças como a asma, a bronquite crónica, doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) e fibrose pulmonar, são diagnosticadas através das provas de função respiratória. A grande vantagem destas provas é a sua simplicidade e fácil interpretação dos resultados, podendo avaliar simplesmente tratamentos para as doenças diagnosticadas.

Espirometria

É um método não invasivo que permite avaliar o volume de ar que pode ser mobilizado nos pulmões e nas vias aéreas. Este estudo analisa os débitos e volumes pulmonares, em valor absoluto ou em função do tempo.

O aparelho utilizado nesta prova é o espirómetro, que efetua medições de forma padronizada do volume de ar expirado comparando-as com valores de referência.

A espirometria é forçada quando, após uma inspiração máxima, mediante a realização de uma máxima expiração forçada, o ar é mobilizado o mais rapidamente possível. A espirometria é lenta quando o utente mobilizado o ar normalmente e/ou lentamente.

Pletismografia

Também é chamada de mecânica ventilatória e é uma prova de função pulmonar completa, sendo realizada com carácter complementar. O exame determina a resistência das vias aéreas, facilitando o acesso a capacidades e volumes dos pulmões, desempenhando um papel importante na avaliação de parâmetros como a quantidade de ar que os pulmões conseguem movimentar e sustentar e a velocidade a que o ar circula.

Esta prova respiratória é realizada numa cabine chamada pletismógrafo. Avalia a função pulmonar através das variações de pressão que ocorrem dentro da cabine, onde é pedido ao paciente que realize várias manobras respiratórias e de esforço variável.

Enquanto a espirometria é uma prova respiratória simples e é utilizada como forma de prevenção a doenças pulmonares leves (asma), a pletismografia é destinada à deteção de doenças que possam causar insuficiências respiratórias graves e avaliações pré-cirúrgicas.

Algumas indicações:

  • As provas respiratórias podem ser realizadas em qualquer idade. As provas respiratórias em crianças têm mesma metodologia que as realizadas em adultos.
  • Estas provas implicam esforços, como respiração forçada e rápida. O paciente pode sentir dificuldades respiratórias ou dores de cabeça após o exame, sendo este desconforto temporário.
  • Os riscos das provas de função respiratória são mínimos.
  • Estas provas devem ser evitadas em pacientes que sofreram recentemente enfarte do miocárdio ou que apresentam doenças cardíacas.
  • As provas de função respiratória devem sempre ser prescritas pelo seu médico pneumologista ou médico de família!
Translate »