• Rua Dom Francisco Manuel de Melo – Calvário, Lote 4 - 5400-278 CHAVES
  • Tel: 276 400 200
  • Seg - Sáb: 8:00 - 20:00
  • Domingo: Fechado

“Cuidados auditivos para todos”: Atue na prevenção

“Cuidados auditivos para todos”: Atue na prevenção
3 de Março, 2021

“Cuidados auditivos para todos”: Atue na prevenção

Há vários anos que a OMS (Organização Mundial de Saúde) assinala o Dia Mundial da Audição a 3 de Março, sempre com uma mensagem que pretende alertar e criar consciência para a necessidade de cuidar dos ouvidos e da audição. Este ano, o dia é dedicado à necessidade de “cuidados auditivos para todos”.

 

QUAL A IDADE DOS SEUS OUVIDOS?

Apesar de todas as pessoas poderem sofrer de perda auditiva, é comum que as mais velhas sejam as mais afetadas, devido à perda gradual de audição causada pelas alterações degenerativas e deterioração do órgão auditivo, a chamada presbiacusia. 

Mas os antecedentes familiares, a permanência em ambientes ruidosos, a utilização de medicamentos prejudiciais para o ouvido e doenças do foro neurológico, metabólicas e cardíacas, são fatores que explicam o seu aparecimento precoce.

 

CONSEQUÊNCIAS DA PERDA AUDITIVA

Um dos maiores problemas associados é a perda da qualidade de vida, e de uma vida socialmente ativa, uma vez que a perda de audição altera a capacidade de relacionamento com os outros, afeta progressivamente a memória, a orientação e a linguagem, contribuindo para a instalação ou agravamento de quadros de demência.

Nos dias que correm, em que as máscaras passaram a fazer parte do nosso dia-a-dia, e a dificultar ainda mais a perceção das palavras para quem já antes sofria de algum grau de perda auditiva, torna-se premente que todos estejamos atentos aos sinais, já que se revela particularmente importante uma boa audição para continuarmos a comunicar neste período de isolamento forçado.

 

O EXAME AUDITIVO É O INÍCIO DA SOLUÇÃO

Ainda que existam sinais de alerta que possam indiciar perda auditiva, a verdade é que só um exame auditivo permite objetivar as alterações da audição. A realização de uma audiometria permite determinar se sofre de perda auditiva, de que tipo e em que grau. A maioria das pessoas vai ao dentista ou ao oftalmologista com frequência, mas uma avaliação dos ouvidos e da capacidade auditiva é muitas vezes esquecida.

 

Antes do exame auditivo, faça aqui um pequeno teste:

  • É frequente pedir para lhe repetirem palavras?
  • Custa-lhe entender uma conversa?
  • Sente que as máscaras abafam as palavras?
  • Costuma aumentar o volume da televisão?
  • É-lhe difícil entender o que dizem ao telefone?
  • Tem a impressão que as pessoas à sua volta murmuram?
  • Tem dificuldade em entender as vozes das crianças?

Se respondeu “sim” a algumas destas perguntas, existem indícios de perda auditiva.

Consulte um médico especialista ou dirija-se a um Centro Auditivo onde um Audiologista especializado poderá comprovar o estado da sua audição, aconselhar a solução mais adequada, ou simplesmente atestar que a sua audição está “de boa saúde” e ainda fornecer-lhe conselhos para a preservar assim por longos anos.

O nosso trabalho não passa apenas por recordar a importância de efetuar um exame auditivo. É igualmente da nossa responsabilidade alertar que grande parte dos problemas auditivos tem solução, desde que diagnosticados e tratados precocemente, geralmente com recurso a tecnologias inovadoras presentes nos aparelhos auditivos de última geração. Recuperar a audição total poderá ser difícil, mas conseguir grande parte do que se perdeu é possível com o diagnóstico e acompanhamento corretos. E não dói nada!

 

Celso Martins 

Responsável técnico dos nossos parceiros Minisom, uma marca Amplifon

- Saúde
Translate »